19th Ave New York, NY 95822, USA

A Evolução dos Sistemas de BI

Elemento decorativo neurônio
Evolução BI
Em meio às técnicas para análise de situações internas e externas estão os sistemas de BI (Business Intelligence). Eles são ferramentas poderosas para reunir informações, realizar cruzamentos e visualizar métricas de interesse estratégico para a empresa.
A importância de uma constante observação das transformações de mercado é inegável para as empresas dos mais variados portes. É através dessa observação - tanto de aspectos internos quanto externos - que as organizações conseguem compreender seu presente e delinear as ações para o futuro.

O que são sistemas de BI?

Antes de tudo, é importante compreender que o BI é um processo. Ele se trata da gestão e organização da informação dentro de uma empresa para a tomada mais efetiva de decisões. Esse processo passa por quatro etapas: Coleta de Dados, Análise de Dados, Visualização de Dados e Tomada de Decisão.
Os sistemas (ou ferramentas) de BI, por sua vez, são as plataformas pelas quais a Análise e Visualização dos dados ocorrem. Tratam-se, em sua maioria, de softwares desenvolvidos para apresentar dados de maneira intuitiva e baseada em Estatística.
Esses softwares vêm mostrando intensa evolução no decorrer dos anos, uma vez que as necessidades estratégicas das empresas se tornaram muito mais urgentes e específicas. Na sequência, faremos um breve apanhado para demonstrar essa evolução.

Sistemas de BI através dos tempos

A primeira menção ao termo “Business Intelligence” ocorreu em 1950, quando Hans Peter Luhn escreveu um artigo intitulado “A Business Intelligence System”. Esse artigo abordava, por exemplo, a necessidade de se obter dados através de métodos de automação.
Já entre as décadas de 60 e 70 surgiram os DSS (Decision Support System - ou Sistemas de Suporte à Decisão). Gorry e Scott Morton os definiram como “sistemas computadorizados interativos, que ajudam os tomadores de decisões a utilizar dados e modelos para solucionar problemas não estruturados”.
DSS
Ciclo ERP
O surgimento dos ERPs (Enterprise Resource Planning - ou Planejamento de Recursos Empresariais), na década de 80, revolucionou a maneira de se pensar informação estratégica dentro das organizações. Enquanto as ferramentas anteriores pensavam em necessidades de setores específicos, os ERPs introduziram a ideia de aplicar um olhar holístico, voltado para todos os setores da empresa.

A popularização do termo BI

Conforme a evolução da metodologia e das ferramentas ia acontecendo, empresas e estudiosos do tema foram expandindo suas aplicações e sua compreensão. Em 1989, Howard Dresner popularizou uma nova definição, que aponta o BI como:
Howard Dresner
“...um conjunto de aplicativos, tecnologias e processos para coletar, armazenar, acessar e analisar dados, auxiliando e melhorando a tomada de decisões”.
O estabelecimento dessa metodologia e sua constante adaptação às necessidades estratégicas das empresas permite que sua evolução prossiga ininterruptamente. Hoje, com o domínio do desenvolvimento de softwares e novas tecnologias de integração, vemos as ferramentas atingindo patamares cada vez mais elevados de excelência e relevância.
Embora os líderes de mercado sejam o Microsoft PowerBI, o Tableau e o Qlik, é possível encontrar diversos players em ascensão e com atuações diversificadas. A versatilidade das novas ferramentas, ainda, permite horizontalizar seu uso nos setores das empresas, o que torna a experiência de utilização mais intuitiva e personalizada.
Logos BIs
Quer conhecer formas inovadoras de organizar, analisar e apresentar os dados dentro de sua empresa? Entre em contato para uma consultoria focada em fazer sua empresa realizar mais!
Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.