19th Ave New York, NY 95822, USA

Coleta de Dados com Teste Cego

Elemento decorativo neurônio
Capa Teste Cego
Uma das técnicas mais famosas para a testagem de novos produtos é o Teste Cego. A técnica consiste em dar a uma amostra do público-alvo a oportunidade de experimentar um produto para coletar suas impressões e avaliações e, dessa maneira, prever a recepção do mercado. Como o nome diz, esse contato com o produto é feito de maneira “cega”, ou seja, sem que o entrevistado saiba qual é a marca do produto que está experimentando.
Exemplos mais comuns de aplicação dessa técnica são degustações de produtos alimentícios e bebidas. Empresas buscam identificar se as características de seu produto são reconhecíveis mesmo sem embalagens ou marcas. Além da questão de reconhecimento, pode-se utilizar a técnica para estabelecer comparações com concorrentes ou identificar pontos que podem ser melhorados para aumentar a aceitação do produto.
Porém, como deve ser a atuação do entrevistador? E de que maneiras as informações obtidas durante a sessão podem ser convertidas em dados estratégicos?

A Organização do Teste Cego

A adoção da técnica de Teste Cego é feita, normalmente, quando uma equipe precisa testar um determinado produto e, ao mesmo tempo, colocá-lo em comparação com produtos concorrentes. Essa comparação, contudo, não pode estar contaminada pelos fatores de diferenciação que influenciam nossas decisões rotineiras de consumo. Portanto, é dessa necessidade de comparar os produtos em suas formas mais básicas que vem a decisão de ocultar marcas, embalagens e outros fatores que possam influenciar a concepção do entrevistado com relação à qualidade dos produtos expostos.
Sendo assim, as primeiras decisões da equipe de organização do teste precisam passar pela seleção dos produtos a serem comparados e, na sequência, os elementos de avaliação que serão observados durante a prática. No momento do experimento, o condutor precisa estar atento com as diferentes formas que tais características podem ser abordadas pelos entrevistados, uma vez que aspectos como “sensação tátil”, “aparência” e “aroma” - para citar apenas três - podem ser discutidos com nomenclaturas diferentes ou, até mesmo, apenas por expressão corporal e gestos.
Para cada tipo de produto, obviamente, é necessário adaptar o modelo de aplicação. Embora o Teste Cego seja normalmente associado com degustações de gêneros alimentícios e bebidas, sua aplicabilidade é bastante versátil e pode ser utilizada por diferentes áreas, como Tecnologia e Desenvolvimento de Softwares, por exemplo, para verificar questões como usabilidade e experiência do usuário (UX).
Teste Cego

Coleta e Análise de Dados

Por se tratar de uma técnica que insere o entrevistado em um contexto bastante experimental - e, por vezes, até mesmo lúdico -, é compreensível e esperado que os inputs recebidos sejam informais e descontraídos. A fim de tangibilizar as impressões fornecidas pelos entrevistados, as equipes de aplicação se utilizam de modelos estatísticos de conversão e quantificação. Esses modelos buscam transformar as reações do público em dados com alto grau de confiança que servirão como base para criação de inteligência e tomada de decisão pelos setores responsáveis (como P & D).
Existe a possibilidade, ainda, de se aproveitar o feedback dos entrevistados em suas formas qualitativas, utilizando técnicas de análise de conteúdo, como a Análise de Sentimentos. As análises qualitativas permitem a visualização e compreensão de aspectos que podem auxiliar no desenvolvimento de estratégias de comunicação e Marketing, bem como no melhor entendimento da linguagem própria de um público-alvo.

Ao aliar diferentes tipos de análise, a equipe de aplicação ganha um escopo maior de compreensão dos resultados, além de ter a possibilidade de normalização dos dados para eventual visualização e cruzamentos que auxiliam a tornar novas tomadas de decisão mais assertivas e ágeis.

Quer conhecer formas inovadoras de coletar dados junto a seu público-alvo para gerar inteligência e estratégia? Entre em contato para uma consultoria focada em fazer sua empresa realizar mais!
Acompanhe a Realize Hub nas redes sociais
Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.